16/09/2015

Dia a Dia: Dia Ensolarado

Só para começar, odeio dias de sol, saber que isso continuará por longos meses, é um tanto desanimador, mas...

Acordei de manhã cedo, com um aperto no coração. Pesadelo? Talvez, e vi no relógio que era 00:57 da manhã ainda. Meus olhos ficaram abertos, pondo-se a um terrível silêncio que só era quebrado com o agradável som do ventilador. Não demorou para eu dormir, pelo menos que me lembre. Acordei novamente, dessa vez por volta de 03:11 da manhã. Motivo? Não faço ideia, mas a medida que eu pensava nisso, mais me apavorava. Não tinha o que fazer lá, só dormir, mas não queria dormir de novo, ficando sentado no sofá, com a luz desligada. Deitei-me na mesma hora, estava com medo, não sei do que, mas estava. "Foi só imaginação, muitas vezes isso acontece, inclusive com meu irmão.."

Acordei quase pulando da cama, peguei a toalha e fui tomar banho. Saindo de casa depois de tudo, fui a escola, onde teve prova de matemática que por sinal estava fácil de matar, MUITO fácil. Saí de lá feliz por essa  conquista, o único problema é que o dia teve muito sol, não suporto isso. Tocando na minha pele, sentindo calor, sei lá... Acho muito desconfortável, além de se estressar mais fácil por conta disso. Peguei o ônibus, saindo da escola. Fui verificar o meu quadro de horários e logo fiz minhas tarefas, esquecendo de uma ou duas, mas logo logo fiz elas.

 Logo depois meu pai chegou do trabalho, já bem tarde. Em compensação ele vai voltar mais cedo, mas enfim. Fiz curso de algorítimos, foi bem legal, pena que não posso baixar os pacotes, já que esse computador no máximo serve para estudar, mas estou satisfeito, de certa forma...

 Fiz o Tratamento de Merecimento (seja abençoado?) antes de cair no sono, esperando o dia de amanhã.

Nenhum comentário:

Postar um comentário